57599_subitem_full-1024x683

Investidor, quanto vale o seu sono?

Pessoal, já pensou quanto vale, em dinheiro, uma boa noite de sono? Ou melhor, quanto vale sua tranqüilidade, sua paz de espírito?    Este é o Artigo 2 que preparei para você.

Como professor, economista, contabilista e especialista em finanças, após anos de ensino, sempre pensei que a melhor carteira de investimentos é aquela que dá tranqüilidade a cada um.

Nas aulas que ministro em geral, no Curso Como Aplicar em Títulos Públicos e Renda Fixa e no site www.comoaplicar.com.br, tive oportunidade de conhecer e ajudar muitas pessoas. E uma das coisas que mais venho ensinando é o valor de uma boa noite de sono, da paz ao investidor. A grande maioria das pessoas que aconselho são investidores amadores e pequenos poupadores, que ficam muito inseguros quando observam suas aplicações perderem valor.

Um dos casos mais emblemáticos foi de um investidor em ações que conheci em 2007. Ele fez fortuna no mercado antes da crise das hipotecas nos Estados Unidos. Porém, quando as bolsas começaram a cair, ele começou a perder, mas não quis sair do mercado e não aceitava ter perdas. No entanto, o lucro acumulado ao longo do tempo ainda era alto e mesmo assim, ele estava desesperado. Perdia o sono tentando recuperar a parcela perdida. E mais: tomava remédios fortíssimos para manter o mínimo de tranqüilidade. Eu ficava muito preocupado com ele. Dizia: venda e fique em paz. Você tem muito dinheiro. Teve sucesso.

Acho que a última vez que eu o vi, ele já devia ter perdido uns 50% ou mais. No entanto, com o que restava, ele ainda seria um homem rico. O que vale mais: a saúde dele, sua paz, ou a tentativa desesperada de recuperar o dinheiro recentemente perdido?

Recentemente, um amigo me procurou. Estava assustado. Havia aplicado em um fundo multimercado, que envolve ações e renda fixa. Este fundo havia aplicado um grande volume em empresas denunciadas em um escândalo de corrupção. A perda do fundo havia sido ainda pequena no dia seguinte, mas ele já não havia dormido aquela noite. Ele me perguntou: devo permanecer para recuperar? Eu respondi: se podes vender hoje, faça-o, e aproveite os recursos para outro investimento. Eu disse a ele: prefiro que a noite você durma bem, descanse com tua família. Sua renda depende do seu trabalho e não desta aplicação. Sua noite de sono vale muito!!!

Outro dia, recebi uma aluna no escritório que havia feito meu curso. Ela tinha feito um investimento imobiliário, mas sua vida mudou, e não conseguiria mais levar seu plano à frente. Era hora de decidir: abrir mão do investimento e realizar uma perda?

Ela estava ansiosa e preocupada. Ninguém gosta de perder o dinheiro, e nem a paz. Mostrei a ela que ela já havia ganho em outros investimentos e que naquele caso, ela melhor abrir mão e se desfazer, recebendo um valor adiantado. Não havia como continuar: não tinha dinheiro suficiente para manter e ainda, o risco era enorme. Saiu aliviada. Eu também. Senti paz em ajudá-la. A decisão dela já estava tomada quando ela veio até mim, mas ela precisava daquela orientação.

Levar a paz de espírito e a tranqüilidade a cada um também é algo muito importante no campo das finanças pessoais. Cada investimento ou carteira é recomendada com base no perfil de cada um que me procura. E tenho conseguido conciliar para eles, os ganhos financeiros com boas noites de sono.

Deixe sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *